Nesta página você encontra dezenas de Sermões Biblicos de renomados pastores para você conhecer mais da palavra de Deus ou para usar em suas pregações em sua igreja.

CLIQUE para voltar a página inicial dos Sermões Online

177 Sermões Evangelisticos

Deus, o Pai

Pr. Stina


Para Ouvir ligue ou aumente o som de seu computador

Você conhece Deus o Pai? Já percebeu que todos nós sentimos necessidade de alguém mais poderoso que nós mesmos?

Cansado de cultuar o próprio eu, muitos hoje estão procurando algo melhor. Algo que produza maior satisfação, maior felicidade. E isto se traduz em conhecer a Deus.

Felizmente, Deus quer que O conheçamos, e por esta razão Se revela de muitas maneiras: Na natureza, na Bíblia, em Seu Filho Jesus Cristo e podemos até conhecê-Lo através de revelações sobrenaturais.

A Bíblia não faz tentativas diretas de provar a existência de Deus. - ela parte desse pressuposto. As primeiras palavras bíblicas, "No princípio criou Deus os céus e a terra" Gên 1:1, revelam muito sobre Deus.

Antes que o mundo existisse, Ele já existia. Ele é o Criador e a Fonte de toda matéria e vida. Entretanto, há muita coisa sobre a natueza essencial de Deus que desconhecemos.

Muitas vezes nós perguntamos sobre a natureza de Seu Ser, e como Ele pode ser eterno, infinito e onipresente.

Mas, até certo ponto, Sua natureza pode ser compreendida através da maneira como Ele nos trata, bem como por aquilo que nos diz a Seu respeito.

Sua garantia de amor eterno é fundamental para a revelação de Si mesmo. O Novo Testamento retrata a Deus especialmente como nosso amoroso Pai celestial. (Mat 5:45)

Através da adoção feita por Cristo, tornamo-nos Seus filhos e filhas. "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." João 1:12 e 14.

Deus, nosso pai celestial não é simplesmente uma espécie de força impessoal.

A afirmação feita por Cristo à uma mulher junto ao poço de Sicar, de que "Deus é Espírito" (João 4:24), não tinha por objetivo indicar que Deus é sem forma ou sem centro de existência ou atividade.

A natureza do Deus infinito é incomparavelmente superior a dos seres humanos finitos, e não deve ser confundida com a nossa natureza.

Ele é sobrenatural e exaltado, acima de nossa capacidade de compreensão. Ele existe num plano ou dimensão que é incomparável para nós.

No entanto, o conceito hebraico de espírito é mais concreto do que abstrato. Deus ocupa espaço, embora não possa ser visto por seres humanos.

Fomos formados à Sua imagem (Gên 1:27), indicando que Ele possui forma específica. Por toda a Bíblia Deus é abordado como pessoa.

Embora os termos utilizados nas Escrituras para descrevê-Lo sejam sem dúvida selecionados, a fim de serem facilmente entendidos pelos seres humanos, eles O retratam como pessoa. Ele fala, ouve, vê, escreve, Ele lamenta, Se entristece, e sente ira e alegria.

Ele tem vontade (Sal 40:8), julga ( Rom 2:16; Sal 7.11), perdoa (Isaías 55:7)), e guarda segredos (Deut 29:29). No entanto, Ele está acima de todos, criou a todos, e mantém a todos.

Ele é onipotente (Apc 19:6), alto e santo (Isa 57:15), onisciente (I João 3:20), possui infinita sabedoria (Efés 1.8), é eterno, imortal (I Tim 1:17), onipresente (Sal 139:7; Jer 23:24) - e livre de todas as limitações de espaço e tempo em Suas atividades.

Além disso, Deus é o centro auto determindor e controlador do que está acontecendo no Universo. Ele concede propósitos e trabalha para que Seus propósitos sejam executados.

Apesar de todas as artimanhas de Satanás, Deus está trabalhando para cumprir seu propósito de nos salvar.

As qualidades e poderes revelados em Deus o Filho e em Deus o Espírito Santo também nos mostram como é o Pai.

"A Bíblia apresenta-nos Deus em Seu alto e santo lugar, não em estado de inatividade, não em silêncio e isolamento, mas rodeado de milhares de milhares e milhões de milhões de seres santos, todos à espera para Lhe cumprir a vontade.

Por meios que não podemos entender, acha-Se Ele em ativa comunicação com todas as partes de Seu domínio.

É, porém, neste mundo minúsculo, nas almas para cuja salvação deu Seu Filho unigênito, que se centraliza o Seu interesse, bem como o de todo o Céu. Deus Se inclina do Seu trono para escutar o clamor do oprimido.

A toda sincera súplica, responde: "Eis-Me aqui." Ergue o aflito e o oprimido. Em todas as nossas aflições, É Ele afligido também. Em toda tentação e em toda prova, o anjo de Sua face perto está para livrar." (DTN 356)

Que em nossos lábios haja muita reverêcia quando falarmos de Deus, e que este Deus maravilhoso nos cubra com suas ricas e abundantes bênçãos, pois Ele é o nosso Pai.



Programas Evangelicos Mensagens Evangelicas