Nesta página você encontra dezenas de Sermões Biblicos de renomados pastores para você conhecer mais da palavra de Deus ou para usar em suas pregações em sua igreja.

CLIQUE para voltar a página inicial dos Sermões Online

177 Sermões Evangelisticos

Os Milagres De Cristo

Pr. Stina


Para Ouvir ligue ou aumente o som de seu computador

Os verdadeiros milagres são de Deus, não pertencem ao homem. Um milagre é uma exibição do poder divino de maneira incomum e extraordinária.

Jesus Cristo certa vez alimentou mais de cinco mil pessoas multiplicando cinco pães e dois peixes. Todos se maravilharam da Sua obra. Mas, todos os dias Deus alimenta milhões com os frutos da terra, e ninguém se maravilha.

Por um processo abreviado, Cristo transformou água em vinho, e também nesse caso todos se maravilharam. Mas, diariamente Deus faz vinho de maneira usual, nos vinhedos, em quantidades quase ilimitadas, e ninguém se admira.

O milagre divino, quando quer que seja operado, sempre é para curar, para salvar e chamar atenção para o poder divino.

Os milagres de Cristo eram dessa natureza. Destinavam-se a chamar a atenção para o Seu ministério, e provar que Ele era o esperado Messias. A vinda de Cristo havia sido predita pelos profetas, séculos antes.

Os milagres que Ele operou eram evidências da Sua divindade, e para ser acreditado como sendo o Enviado de Deus.

Deus prometeu a vinda de Cristo ao mundo. Ele devia vir como Filho de Deus, com poder divino.

Ao Jesus vir a esta terra, não veio para fundar uma religião, mas para cumprir as profecias do Antigo Testamento e as revelações já recebidas pelo povo de Deus.

Os discípulos de Cristo, que testemunharam Seus milagres, não fizeram desses milagres a base de sua fé. Alguém poderá querer refutar esta afirmação citando João 2:23 "Muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome." Mas a Bíblia declara a seguir: "Mas o mesmo Jesus não confiava neles porque a todos conhecia. . .ele bem sabia o que havia no homem". Versos 24-25

Em outras palavras: Ele recusava reconhecer tais discípulos. O verdadeiro discipulado baseia-se nas Escrituras Sagradas, e começa com o novo nascimento. "Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus." I Pedro 1:23

Era natural que a doença, a dor e a morte deixassem de existir na presença de Cristo, porque Ele é o Filho de Deus, o Príncipe da vida, "o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo." Atos 10:38

Foi por isso que Ele operou milagres. Alguns incrédulos falam como se o Senhor fizesse milagres para silenciar a descrença. Mas, a verdade é justamente o oposto.

A Bíblia nos declara: "E não fez ali muitas maravilhas por causa da incredulidade deles." Mateus 13:58.

Cristo enfrentou todo desafio chamando a atenção de Seus oponentes para as Escrituras Sagradas, nas quais estava predita a Sua vinda e a Sua obra.

Os milagres não foram dados para provar os ensinos de Cristo, mas para acreditá-Lo como Ensinador da verdade. Os seus milagres eram da natureza que o povo de Israel devia esperar fossem operados pelo Messias.

No seu sermão do Pentecostes, Pedro disse: "Varões israelitas, escutai estas palavras: Jesus Nazareno, varão aprovado por Deus entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmo bem sabeis; vós matastes, crucificando-o" Atos 2:22 e 23

Os milagres eram para testemunhar da Sua divindade, da Sua qualidade de Messias. Em João 7:31 nos diz: "E muitos da multidão, creram nele, e diziam: Quando Cristo vier, fará ainda mais sinais do que os que este tem feito?"

Os milagres de Jesus não eram apenas maravilhas: Eles eram maravilhas de cura, de bênção, e de ajuda. Os homens que viram as Suas obras disseram: "Tudo faz bem; faz ouvir os surdos e falar os mudos". Marcos 7:37 e Mateus 4:23 assim relata: "E percorria Jesus toda a Galiléia ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo".

Pelos seus milagres o Salvador procurava ensinar fé no poder de Deus, não só para sarar o corpo, mas também a alma.

Certa vez, quando alguns de Seus críticos o condenaram por dizer a um paralítico: "Os teus pecados te são perdoados".

Jesus lhes disse: "Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder para perdoar pecados, - disse ao paralítico - a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa." Lucas 5:24

O poder que perdoa pecados é o mesmo que pode criar e curar. O efeito dos milagres do Senhor era atrair os homens para Deus.

Podemos depender totalmente de Cristo. Ele cuidará de nós. Com segurança podemos confiar-nos a Ele para a vida presente e para a eternidade.

Aos que confiam nEle, Jesus diz: "Eu sou a ressurreição e vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá; e todo aquele que vive; e crê em mim, nunca morrerá." João 11:25 e 26.

Os milagres de Cristo o identificaram como o Filho de Deus. E na manhã da ressurreição, a manhã do dia final, o Seu poder de operar milagres introduzir-nos-á no lar celestial.

Creiamos em Cristo como o Filho de Deus. Como o nosso Salvador pessoal.

O mesmo Cristo que operou milagres no passado, é o mesmo que pode operar milagres na sua e na minha vida.

É só aceitar o convite de Cristo: "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos que eu vos aliviarei."

Quando descansarmos nos braços dEle nós sentiremos o verdadeiro milagre de Cristo em nossa vida.




Programas Evangelicos Mensagens Evangelicas