Nesta página você encontra dezenas de Sermões Biblicos de renomados pastores para você conhecer mais da palavra de Deus ou para usar em suas pregações em sua igreja.

CLIQUE para voltar a página inicial dos Sermões Online

177 Sermões Evangelisticos

E AGORA SENHOR?

PR. ALEJANDRO BULLÓN

"O texto bíblico para a mensagem de hoje está em Gênesis 12:10. Diz o seguinte: "Havia fome naquela terra; desceu, pois, Abrão ao Egito, para aí ficar: porquanto era grande a fome na terra."


Querido, Deus dera a Abrão uma ordem: "Sai da tua terra, da tua parentela, da casa dos teus pais, para uma terra que eu te mostrarei. Eu estarei contigo ao longo do caminho. Tu serás uma bênção. Eu farei de ti uma grande nação. Eu te abençoarei na terra aonde tu fores." O texto de hoje diz que Abrão chegou àquela terra, e descobriu tristemente que não havia bênção nenhuma. Não havia abundância, a terra estava deserta, atravessando uma grande fome. Abrão tentou lutar, tentou sobreviver, mas não conseguiu nada e teve que descer para o Egito, porque lá sim, havia abundância de pão. Lá sim, aparentemente, havia bênção.


Meu amigo, você vê o caminho do cristão? Abrão tinha todos os motivos do mundo para dizer: "Deus mentiu. Deus falhou comigo. Eu deixei a minha terra, a casa dos meus pais, tudo, acreditei no Senhor, e agora, chego aqui para passar fome. "Onde estão as promessas de Deus?" Aí, ele olha para o lado, os egípcios que não têm um Deus que promete bênçãos, eles sim, têm abundância de pão. Para eles não falta emprego nem roupa. Os filhos deles estudam nas melhores escolas, nas melhores universidades.


Eles sim, podem viajar de férias para outros países, podem ter a carruagem do último modelo, tudo que a mão deles toca parece que vira ouro. Eles crescem e prosperam. Não têm o Deus todo Poderoso e assim mesmo, prosperam. E ele, o homem de fé, que acreditou no Todo Poderoso que nunca falha, está passando fome na terra de Canaã. "Onde está a promessa divina?"


Será que você é alguém que deixou sua terra, sua parentela, suas tradições, costumes, amigos, abandonou tudo por causa de Jesus e hoje não pode conseguir emprego por causa do sábado? Hoje, membros da sua família estão doentes? Já teve tudo que tinha para sobreviver? E de repente você olha para aqueles que não querem saber de Deus, que vivem apenas para os prazeres, que exploram e abusam dos outros, são desonestos, esses sim, prosperam e têm tudo que querem? Eles não têm o Deus Todo Poderoso que nós temos. E onde está o seu Deus? Onde estão as bênçãos da terra prometida? Onde estão? De repente dá vontade de desistir, de largar tudo, de ir embora, ou então, como Abrão, dá vontade de se aproximar lentamente da terra do Egito. Afinal de contas temos que comer, temos que educar nossos filhos, temos que construir uma casinha para a velhice, e já que Deus parece não responder às nossas orações, já que Deus promete bênçãos mas não podemos vê-las, não podemos tocá-las, então, já que o Egito tem pão, já que o Egito oferece tanta coisa, lentamente começamos a nos aproximar daquela terra.


Só que para prosperar no Egito, tem que mentir, tem que roubar, tem que ser desonesto, tem que explorar o próximo. O Egito não tem moral, cada um faz sua moral. Agora que Abrão se aproxima do Egito é preciso usar as mesmas armas para poder vencer: a mentira, a falsidade, a desonestidade, enfim.


Abrão tinha uma mulher muito bonita e pensou que se dissesse que Sara era sua esposa, os egípcios seriam capazes de matá-lo para ficar com ela. Então, resolveu lutar com as armas do Egito, mentiu, foi desonesto e enganou. Disse que Sara era sua irmã. Assim, o homem que largou tudo na sua terra para seguir um Deus de princípios, lutando pela sobrevivência, começava a manchar-se com a mediocridade moral do Egito.


Você percebeu? Abrão não encontrou bênçãos na terra prometida. Encontrou fome e sua fé balançou, fraquejou. E quando você perde a confiança em Deus porque parece que Ele demora em cumprir Suas promessas, você se perde nas tormentas desta vida. Covardia e mentira envolveram a vida do patriarca, que pela fé, largou tudo sem saber para onde ia acreditando na Palavra poderosa de Deus. Quando sua fé foi atingida pela dúvida, Abrão afundou. Você não tem idéia até onde pode afundar quando larga o braço poderoso de Jesus. Ele é o seu sustento. Mas nesta vida muitas vezes você será assaltado pela dúvida. As promessas divinas aparentemente tardarão em se cumprir.


Um dia, um leproso chamado Naamã, buscou o profeta de Deus para ser curado e o profeta lhe ordenou: "...Vai, lava-te sete vezes no Jordão..." (II Reis 5:10) Ou seja, mergulhe sete vezes no rio Jordão. Loucura! Naamã precisava de médico, de remédio e não de mergulhar num rio imundo! Na sua terra havia rios maiores, melhores e mais limpos. Por que teria que andar tanto para mergulhar no rio Jordão? Mas a ordem divina era: "Mergulhe sete vezes." E ele mergulhou uma vez - nada! Duas vezes - nada! Três vezes - nada! Seis - nada! Já estava para largar tudo, quando um servo disse: "Meu capitão, o senhor já mergulhou seis vezes, que custa mergulhar só mais uma vez?" Então ele entrou, quase sem acreditar, pela sétima vez e quando saiu, sua pele estava curada.


O que Deus disse a Abrão? "...Sai da tua terra, ...para a terra que te mostrarei..." (Gênesis 12:1). A promessa era que tudo seriam bênçãos. Abrão saiu e tudo que achou lá foi fome. Enquanto isso, no Egito, havia uma aparente abundância de bênçãos. Você se sente como Abrão e já está a ponto de desistir? Por favor, "mergulhe sete vezes", disse Deus. Não caia fora na quarta, na quinta, nem na sexta vez. Não desista, "mergulhe sete vezes", mesmo que lhe pareça loucura, mesmo que lhe pareça que Deus não esteja atendendo as suas orações. Ele é Deus, o Todo Poderoso. Ele tarda, mas não falha. Ele pode demorar, mas não falha. Davi disse: "Fui moço, e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão." (Salmos 37:25)


As suas forças estão esmorecendo? Você não consegue mais suportar as provações? Não está conseguindo mais carregar a cruz, não está mais suportando o desprezo das pessoas? A injustiça do mundo? Não está mais conseguindo carregar seus sonhos desfeitos? Seus planos estão estraçalhados? Espere um pouco mais. Deus tarda, mas não falha. O mundo não rirá a vida toda de você. Pode ser que hoje atravesse o vale da sombra e da morte, mas do outro lado há um novo horizonte, há uma terra onde há abundância de leite e mel. É para lá que você está indo, não desanime. Agarre-se a Deus, tire forças da fonte do poder de Deus e caminhe com fé e otimismo.


Vejamos agora outro aspecto do texto, quando Deus disse: "Abrão, sai da tua terra para a terra que te mostrarei" Deus fez a ele outra promessa que está no verso 2 de Gênesis 12: "De ti farei uma grande nação...". Conte a areia do mar, Abrão, se puder, assim serão teus filhos. Conte as estrelas do céu, se conseguir, assim como as estrelas, serão teus descententes, era a promessa de Deus. Só que Abrão já estava com quase cem anos e o filho não aparecia. Ele estava envelhecendo, envelhecendo e, do ponto de vista humano, a promessa jamais se cumpriria. Então, diante no retardo do cumprimento da promessa, novamente Abrão cai nas profundezas do pecado. Procura sua empregada e adultera com ela. E para acalmar sua consciência ele olha para Deus e diz: "Eu não estou adulterando, só estou tentando cumprir a promessa que Tu me deste. Tu disseste que eu teria filhos como a areia do mar... Bom, eu estou fazendo a minha parte."


Veja bem a vida do Pai da Fé. Você percebe os altos e baixos, os erros, promessas não cumpridas e intenções que nunca se fizeram realidade? Quantas vezes, naquelas noites escuras do campo, Abrão deve ter dito: "Senhor, fui covarde, mas não quero mais ser assim. Sou adúltero, mas não quero cair outra vez." Mesmo assim, sua vida era uma vida cheia de contrastes. Até que um dia, quando tinha noventa e nove anos, o Senhor Deus lhe apareceu e disse: "...Eu sou o Deus Todo-poderoso: anda na minha presença, e sê perfeito." (Gênesis 17:1)


Ah, queridos, aos noventa e nove anos, depois de ter passado por momentos dolorosos de provações, desânimos e muitas vezes quedas, talvez Abrão se perguntasse: "Valeu a pena ter largado a minha terra, ter deixado a minha família, a casa dos meus pais, sonhando com uma terra melhor? Valeu a pena ter abandonado tudo para seguir a Deus se não consegui cumprir nada, se falhei, se caí, se errei, se traí, se menti? Valeu a pena ter um dia entrado na igreja, ter me batizado se nunca pude cumprir o que se espera de mim? Valeu a pena?" E aí Deus apresenta-Se e diz: "...anda na minha presença, e sê perfeito." (Gênesis 17:1) Deus está dizendo: "Filho, tu serás perfeito se aprenderes a andar Comigo."


Você sabe o que é perfeição? Santidade? Muita gente pensa que um homem santo, um homem perfeito é aquele que nunca comete um erro. Mas, para Deus, um homem santo e perfeito, é aquele que apesar de cair, levanta-se e continua andando com Ele. É por isso que você, querido, não precisa olhar para o seu passado e viver desesperado. Não importa o que houve no seu passado, não importa quão longe você ficou de Deus. Não importa quão baixo você caiu, você pode ser perfeito como Abraão, se apesar de ter errado consegue levantar a mão e dizer: "Senhor, leva-me pelos caminhos da vida." Sabe, isso me dá paz e esperança.


Um dia, uma mulher me abraçou chorando no final de um culto e me disse: "Pastor, o senhor não sabe o peso que tirou dos meus ombros. Quando eu era uma garota de quinze anos, engravidei. Ninguém soube mas eu provoquei um aborto. Depois mudamos de cidade. Aos vinte e dois anos, conheci um rapaz cristão, casei-me com ele, mas Pastor, nunca ninguém soube a minha história. Ah, Pastor, já estou com quarenta anos e ao longo de todos esses anos o peso da consciência tem me atormentado de dia e de noite. Eu pensei que Deus poderia perdoar qualquer coisa menos aquele meu crime, mas esta noite, graças a Deus, o senhor falou algo que tirou o peso de meus ombros. Não terei mais consciência pesada, nem mais noites de insônia."


Ah, querido, não importa quem é você. Neste momento, a mão invisível de Deus pode tocar a sua vida, apagar dela o passado, libertá-lo da culpa e você pode sentir-se feliz, perdoado, transformado. Não importa se você, na intenção de sobreviver, misturou-se com o Egito, mentiu, enganou, roubou. Não importa se, no afã de querer ajudar a Deus no cumprimento de Suas promessas, você desceu à terra do pecado. Hoje o Senhor Jesus Se apresenta e como a Abrão lhe diz: Filho, "...anda na minha presença, e sê perfeito." (Gênesis 17:1)


Agora vejam o que aconteceu. Leiam comigo o que a Bíblia relata em Gênesis 17:1,2, 10 e 11: "Quando atingiu Abrão a idade de noventa e nove anos, apareceu-lhe o Senhor, e disse-lhe: Eu Sou o Deus Todo-poderoso: anda na minha presença, e sê perfeito. Farei uma aliança entre mim e ti, e te multiplicarei extraordinariamente. Esta é a minha aliança, que guardareis entre mim e vós, e a tua descendência: todo macho entre vós será circuncidado. Circuncidareis a carne do vosso prepúcio; será isso por sinal de aliança entre mim e vós."


Veja bem, Deus disse: Eu o perdôo, transformo, dou-lhe uma nova oportunidade, faço-lhe todo de novo, arranco de você o peso da culpa. Mas preciso estabelecer com você o meu pacto. E Deus estabeleceu o pacto da circuncisão com ele. Mas a circuncisão no Novo Testamento toma outra forma.


O pacto que Deus quer estabelecer com Seu povo no Novo Testamento, toma outra forma: a forma do batismo, que é a expressão de algo maravilhoso que acontece no coração. Colossenses 2:11 e 12 diz: "Nele também fostes circuncidados, não por intermédio de mãos, mas no despojamento do corpo da carne, que é a circuncisão de Cristo; tendo sido sepultados juntamente com ele no batismo, no qual igualmente fostes ressuscitados mediante a fé no poder de Deus que o ressuscitou dentre os mortos."


É através do batismo que você aceita Jesus como seu Deus e que você declara ser Seu filho. É através do batismo que você declara publicamente que aceita o perdão, a transformação e que aceita o poder para viver uma vida vitoriosa.


Hoje, o Senhor Jesus apresenta-Se diante de você e lhe diz: "Filho, estou disposto a fazer você nascer de novo. Não importa o seu passado, seu presente ou seu futuro. Quero ser o Seu Deus e que você seja Meu filho. Mas preciso estabelecer um pacto com você. Quero que entre nas águas do batismo e seja batizado e esse será o pacto através do qual estará declarando publicamente que quer seguir-Me até o fim."


Ao longo da minha vida tenho visto muita gente aceitando o pacto divino e tenho visto essa gente pagar o preço do pacto, porque não é fácil seguir a Jesus. É verdade que as promessas estão presentes mas, às vezes, parecem não chegar. É preciso que você caminhe com Jesus mesmo que a promessa aparentemente não chegue.


Veja agora isto: "Tinha Abraão noventa e nove anos de idade, quando foi circuncidado na carne do seu prepúcio. Ismael, seu filho, era de treze anos, quando foi circuncidado na carne do seu prepúcio." (Gênesis 17:24 e 25)


Agora, imagine um velhinho de noventa e nove anos entrando num tanque de batismo acompanhado de um garoto de treze anos. As águas do batismo estão esperando você, não importa se você tem noventa e nove ou treze anos. Não importa se você tem vinte ou cinqüenta anos, é hoje que Deus está chamando você.


Estou lhe convidando a entregar a vida a Jesus, a aceitar o pacto do batismo, a abandonar sua vida passada e a começar tudo de novo. Você gostaria de abrir o coração a Jesus? Faça-o agora.

ORAÇÃO

Pai querido, recebe em Teus braços de amor todas as pessoas que neste momento estão abrindo o coração a Ti e expressando o desejo de serem batizadas. Conduze-as pelos caminhos desta vida, ajuda-as a andar pela fé. Que através da fé consigam enxergar a Terra prometida e que, segurando Teu braço poderoso, nunca esmoreçam nem desanimem. Em nome de Jesus, Amém.



Programas Evangelicos Mensagens Evangelicas