Estimado leitor, o livro : "O Selo de Deus na Lei" foi escrito para ser compreendido mediante uma leitura seqüencial e ordenada. Não é recomendável ler um capítulo sem haver entendido plenamente todos os anteriores, pois isto poderá ocasionar confusão e preconceitos desnecessários.


Voltar ao início Voltar ao capítulo anterior Ir para o próximo capítulo
Capítulo 12 - O Sábado Antes do Sinai

"Lembra-te do dia de Sábado para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o Sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, e o mar e tudo que neles há e no sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia de Sábado e o santificou."
(Êxodo 20:8 a 11).
 

Tanto é verdade que o Sábado existe desde a criação, que Deus ao proclamar o Mandamento por escrito, Ele usou a expressão: "Lembra-te". Jamais Deus mandaria lembrar de uma coisa que o Seu povo, não o havia conhecido. E a razão de lembrar e santificar o Sábado, Deus escreveu no verso 11: "Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, e o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descasou; portanto abençoou o Senhor o dia de Sábado e o santificou."

Este verso não só prova que o Sábado existia da criação ao Sinai, como prova que é o mesmo dia que Deus descansou. Compare este verso com Gênesis 2:2 e 3: "E havendo Deus terminado no dia sétimo a Sua obra, que fizera, descansou neste dia de toda a Sua obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda obra que como Criador, fizera."

Prova de que o Sábado foi guardado pelos Patriarcas.

"A Lei Moral (os Dez Mandamentos) na qual o Sábado é o quarto Mandamento, já existia desde o Éden. Era essa lei transmitida oralmente de pai para filho através do ensino familiar (Êxodo 13:9). Também era conhecida e praticada na casa do patriarca Jacó, no Egito. O seu filho José, quando assediado pela impura mulher de Potifar diz:

  • "...Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, portanto tu és sua mulher; como pois farei eu este tamanho mal, e pecaria contra Deus?..." ( Gênesis 39:6 a 10).

Claramente se vê que o adultério é a quebra do sétimo mandamento da Lei de Deus (Dez Mandamentos) que o Sábado é o quarto Mandamento, e isto é pecado. Em Gênesis 26:5, declara que Abraão guardou essa lei, a Lei de Deus.

  • "Porque Abraão obedeceu à Minha Palavra, e guardou os Meus Mandamentos, os Meus preceitos, os Meus estatutos, e as Minhas Leis." (Gênesis 26:5)
Como se vê desde o começo do mundo existia a Lei Moral consolidada nos Dez Mandamentos. Embora não escrita, achava-se implantada no coração, na mente e na consciência do homem. Caim matou e isto foi imputado como pecado. (Gênesis 4:7). E a Bíblia chama o pecado de "transgressão da Lei.":
  • "Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei." (I João 3:4)

Jesus também participou da Criação e da feitura do Sábado, conforme relata as Escrituras:

"Todas as coisas foram feitas por Ele (Jesus), e sem Ele nada do que foi feito se fez." (João 1:3)
"... e manifestar qual seja a dispensação do ministério, desde os séculos, oculto em Deus, que Criou todas as coisas." (Efésios 3:8 e 9)
"Pois, nEle, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis... Tudo foi criado por meio dEle e para Ele." (Colossenses 1:16)
 "Sendo Ele o resplendor da Sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do Seu poder, havendo Ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas." (Hebreus 1:3)

Havendo Cristo sido agente ativo na criação, Ele mesmo afirmou que era Senhor do Sábado (Marcos 2:28). E se Cristo é dono do Sábado, também sabe para que foi feito o Sábado. Disse Cristo: "O Sábado foi feito por causa do homem." (Marcos 2:27). O homem foi feito antes do Sábado, portanto o Sábado foi criado para o homem. Outra prova que os patriarcas guardavam o Sábado antes do Sinai.

Em Êxodo 16:4 a 29 Deus prova a Israel, no deserto, a observância do Sábado:

"Então disse o Senhor a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá cada dia a porção para cada dia, para que Eu veja se anda em Minha lei ou não... E aconteceu que ao sexto dia colheram pão em dobro, dois ômeres para cada um; e os príncipes da congregação vieram a Moisés.
Respondeu-lhes ele: Isto é o que disse o Senhor: Amanhã é repouso, o santo Sábado do Senhor...
Porquanto o Sábado é do Senhor, hoje não achareis no campo. Seis dias colherás, mas o sétimo dia é o Sábado; nele não haverá. Ao sétimo dia saíram alguns do povo para colher, porém, não acharam.
Então disse o Senhor a Moisés: Até quando recusareis guardar os Meus Mandamentos e as Minhas Leis?
Considerai que o Senhor vos deu o Sábado; por isso Ele, no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique onde está, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia..."

Este incidente ocorreu no deserto de Sim, antes dos filhos de Israel haverem chegado ao Sinai, onde foi entregue a Lei. Tanto o Sábado como a Lei existem desde a Criação.

José Maria Prudêncio, A Verdade do Sétimo Dia, 1.ª ed., 1998, pág. 83.


Os Atributos do Caráter de Deus


Veja agora alguns versículos sobre a Lei de Deus e veja que os mesmos atributos do caráter de Deus, são os mesmos atribuídos à Sua santa Lei.

Deus é Justo (Romanos 3:26) - Sua Lei é Justa (Romanos 7:12).
Deus é Verdadeiro (João 3:33) - Sua Lei é Verdadeira (Neemias 9:13).
Deus é Puro (I João 3:3) - Sua Lei é Pura (Salmo 19:7 e 8).
Deus é Luz (I João 1:5) - Sua Lei é Luz (Provérbio 6:23).
Deus é Fiel (I Coríntios 1:9) - Sua Lei é Fiel (Salmo 119:86).
Deus é Bom (Naum 1:7) - Sua Lei é Boa (Romanos 7:12 e 16).
Deus é Espiritual (I Coríntios 10:3 e 4) - Sua Lei é Espiritual (Romanos 7:14).
Deus é Santo (Isaías 6:3; I Pedro 1:14 a 16) - Sua Lei é Santa (Romanos 7:12).
Deus é Verdade (João 14:6; 10:30) - Sua Lei é Verdade (Salmo 119:142 e 151).
Deus é Vida (João 14:6; 10:30) - Sua Lei é Vida (João 12:50; Mateus 19:17).
Deus é Justiça (Jeremias 23:6) - Sua Lei é Justiça (Salmo 119:172).

Em Romanos 3:31 diz: "Anulamos a Lei pela fé? De maneira nenhuma! Antes estabelecemos a Lei."

A Lei revela a perfeição de caráter requerida, dando assim a conhecer o pecado; é, porém, impotente quanto a conferir o caráter exigido. No evangelho, a lei, primeiramente escrita no coração de Cristo, vem a ser a "lei do Espírito de vida em Cristo Jesus", e transfere-se assim para o coração do crente, no qual Cristo mora pela fé. Por essa forma cumpre-se a promessa do novo pacto, quanto a ser escrita no coração. Isto é uma genuína experiência de Justiça pela fé - uma justiça testificada pela lei. [Veja também em Guiados Para Vencer I: Os Dois Concertos - II Coríntios 3].

Vê-se assim que o evangelho é a providência tomada para restaurar a lei em seu lugar, no coração e na vida daquele que crê em Cristo, e aceita Sua obra mediadora. Uma fé semelhante, em vez de anular a lei, confirma-a no coração e na mente do crente. O evangelho, portanto, não é contrário a lei, antes nos apresenta e mantém a lei em Cristo.


José Maria Prudêncio, A Verdade do Sétimo Dia, 1.ª ed., 1998, pág. 99



:: Abaixo os próximos capítulos deste livro-online

Capítulo 1 - Distinção de Leis
Capítulo 2 - Contraste entre as Leis
Capítulo 3 - Comparando a Lei Moral e a Lei Cerimonial
Capítulo 4 - A Lei de Deus aos Romanos
Capítulo 5 - A Lei de Deus aos Gálatas - Parte I
Capítulo 6 - A Lei de Deus aos Gálatas - Parte II
Capítulo 7 - Os Dois Concertos - II Coríntios 3
Capítulo 8 - A Lei e os Profetas Duraram Até João Batista
Capítulo 9 - Distorção de Textos - Quanto à Lei
Capítulo 10 - Distorção de Textos - Quanto aos Sábados
Capítulo 11 - Colossenses 2:16 e os Sábados Cerimoniais
Capítulo 12 - O Sábado Antes do Sinai
Capítulo 13 - O Sábado na Era Cristã
Capítulo 14 - A Semana Através dos Tempos
Capítulo 15 - Lei e Graça no Mundo Religioso
Capítulo 16 - Lei e Graça: Pré-Cruz ou Pós-Cruz?
Capítulo 17 - Os Gentios e a Lei
Capítulo 18 - "Está Consumado."
Capítulo 19 - Desprezo Ostensivo Pelo Quarto Mandamento
Capítulo 20 - As 2300 Tardes e Manhãs e a Hora do Juízo
Capítulo 21 - O Ministério de Cristo no Santuário Celestial - Parte I
Capítulo 22 - O Ministério de Cristo no Sant. Celestial - Parte II
Capítulo 23 - O Ministério de Cristo no Sant. Celestial - Parte III
Capítulo 24 - A Imutável Lei de Deus
Capítulo 25 - Os 1260 Dias e o Remanescente Fiel - Parte I
Capítulo 26 - Os 1260 Dias e o Remanescente Fiel - Parte II
Capítulo 27 - A Mais Antiga Lei Dominical Conhecida Pela História
Capítulo 28 - A Substituição do Dia de Deus por um Dia Pagão
Capítulo 29 - O Célebre Edito de Constantino
Capítulo 30 - O Concílio de Laodicéia
Capítulo 31 - Apocalipse 1:10 e o Dia do Senhor
Capítulo 32 - A Célebre Reunião de Trôade
Capítulo 33 - As Coletas da Igreja de Corinto
Capítulo 34 - Dois Animais Estranhos e o Número 666
Capítulo 35 - O Selo de Deus e a Marca da Apostasia
Capítulo 36 - A Vitória da Igreja e as Duas Grandes Ceias

Programas Evangelicos Mensagens Evangelicas